Conheça 6 riscos da Reforma Tributária que poucos falam

Alterações significativas no imposto sobre a renda foram propostas através do Projeto de Lei 1.952 em tramitação desde 02/04/2019, entre elas a temida tributação dos dividendos. Apesar dos malefícios financeiros, existem ótimas possibilidades para minimizar seus efeitos, e é por isso que estamos aqui. Veja a seguir os 4 riscos mais comentados:

  • Tributação dos dividendos pagos a pessoas físicas ou jurídicas, independente do regime tributário adotado;
  • Isenção de IRPF para todos que ganham até cinco salários mínimos – em números de 2019, R$ 4.990,00. Quem passar disso, paga a alíquota cheia, de 27,5%, mas com faixas progressivas de abatimento, conforme a renda;
  • Possibilidade de compensação, em caso de beneficiários pessoa jurídica, nas distribuições subsequentes;
  • Extinção do Juros sobre o Capital Próprio;

Por fim, cito outros 2 pontos que apresentam riscos e devem ser acompanhados de perto:

  • forte indício de implementação de tributo sobre movimentação financeira; e
  • possível acréscimo as alíquotas utilizadas para transmissão de bens.

Reforma tributária, dividendos e outros riscos. Todos nós estamos sufocados por dados, está cada vez mais difícil definir prioridades. Contudo, quem não se planejar e agir de maneira antecipada, certamente terá mais dores de cabeça no futuro, além de perder muito dinheiro.

A solução que recomendamos é contar com especialistas em planejamento tributário, direito societário e tecnologias de monitoramento em seu cadastro de fornecedores, estes profissionais manterão sua empresa atualizada e protegida contra tempos mais nebulosos.

Assine aqui e fique por dentro das novidades!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

1 Comentário

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.