dicas para declaração de irpf 2020

Confira 6 dicas para declaração de IRPF em 2020

A declaração do Imposto de Renda (IR) é uma das causas de grande preocupação entre os contribuintes. Para que você não caia na malha fina é imprescindível saber as principais dicas para declaração de IRPF 2020.

Anualmente, o governo compila as informações das empresas, confrontando-as com dados da Pessoa Física. No entanto, nem todo contribuinte é obrigado a declarar o IR, por esse motivo, é fundamental estar atento aos diferentes quesitos.

Hoje vamos trazer 6 dicas para você fazer a sua declaração de IRPF 2020. Descubra quando, onde, como e por que declarar o imposto todos os anos. Boa leitura!

1. Atente-se ao prazo

A declaração do Imposto de Renda de Pessoa Física é um ajuste anual que o fisco realiza diante das rendas, bens, dívidas e despesas dos contribuintes no ano anterior, ou seja, em 2020 a pessoa física estará declarando os valores respectivos a 2019.

Para que não haja problemas, é importante ficar atento ao prazo. Uma vez que a pessoa é obrigada a prestar a declaração e não apresentá-la dentro do período, ela fica passível de multa e autuação.

Geralmente, o prazo para a declaração de IRPF é até o dia 30 de abril de cada ano, contudo, em 2020, devido à pandemia do Coronavírus, o prazo foi prorrogado para a data de 30 de junho.

2. Saiba quem precisa declarar

Nem todo contribuinte é obrigado a declarar o IR, existem alguns critérios, são eles:

  • ter recebido rendimento tributável igual ou superior a R$ 28.559,70 no ano anterior;
  • obter receita bruta rural igual ou superior a R$ 142. 798,50;
  • ter recebido rendimentos isentos, não tributáveis ou com tributação exclusiva no valor de R$40.000,00 ou mais;
  • ter, no ano anterior, imóvel — inclusive terra nua igual ou superior a R$ 300 mil;
  • ser estrangeiro que passou a residir no Brasil;
  • ter operado no mercado financeiro.

Caso você não se enquadre em nenhum dos itens acima, mas teve retenção de Imposto de Renda na sua folha de pagamento ou outro tipo de recebimento autônomo, no ano a ser declarado, esse valor pode ser restituído com a declaração do IR.

3. Veja onde preencher a declaração do Imposto de Renda

No que tange o IR, a tecnologia propiciou diversas facilidades. Para preencher o IR, existem 3 modos:

  • utilizar o app “Meu Imposto de Renda” — disponível para celulares;
  • baixar o Programa Gerador da Declaração;
  • preencher a declaração no e-cac— por meio da certificação digital.

4. Entenda quais são as despesas dedutíveis

Este é um dos cálculos que mais causam dúvidas aos contribuintes. Como as despesas dedutíveis reduz o imposto devido, muitas pessoas acabam listando documentos que não fazem parte das despesas permitidas.

Dessa forma, é imprescindível declarar apenas os gastos com comprovantes referentes a despesas médicas, plano de saúde, despesas odontológicas, além das despesas educacionais de instituições de ensino fundamental, médio, superior, pós-graduação, mestrado e doutorado.

5. Conheça os riscos da não entrega da declaração

Como mencionamos, em 2020, o prazo para declaração do IR foi estendido, mas, mesmo assim, se você não efetuar a entrega no tempo estipulado vai arcar com os riscos da não entrega, como a multa.

Quando você se enquadra entre as pessoas obrigadas a fazerem a declaração de IR, não entregá-la à Receita Federal pode iniciar um processo de investigação baseado na sonegação de impostos. Porém, isso não ocorre de imediato, já que o fisco dá um prazo maior para efetuar a correção, aplicando, inicialmente, uma multa ao contribuinte.

Essa multa tem valor mínimo de R$ 165,74, chegando ao máximo de 20% sobre o valor total do imposto devido.

6. Organize a documentação

A base para o preenchimento da declaração do IR de forma correta é a organização, assim sendo, reuna toda a documentação necessária para não perder o prazo e busque um contador de confiança para auxiliá-lo.

Com o informe de rendimentos e de despesas, ou seja, todas as informações pertinentes em mãos, fica mais viável cumprir com o prazo e não ter problemas com o fisco.

Agora que você conhece essas 6 dicas para declaração de IRPF 2020, não perca mais tempo. Leia também “Como reduzir riscos tributários? Conheça 5 alternativas!

Assine aqui e fique por dentro das novidades!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

1 Comentário

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.